Carioca da Gema_Arlindo Cruz_Franco_Sombrinha


※上記の広告は60日以上更新のないWIKIに表示されています。更新することで広告が下部へ移動します。

Carioca da Gema
Composição: Arlindo Cruz / Franco / Sombrinha

Tenho fama de malandro, de sambista verdadeiro
E pra esse mundo inteiro sou um grande gozador
Tenho o sol da alegria, tenho o dom da boemia
Com dinheiro ou sem dinheiro, tá tranquilo, em terror
Mas invadem minha praia, atravessam meu caminho
Sei ficar "pequenininho", brigo bem, dou sugestão
Mas tenho bom coração, felicidade é meu lema
Todos os sabem que eu sou, sou carioca da gema
Sonhador de pé no chão, minha cidade é um poema
Todos sabem que eu sou, sou carioca da gema (meu povo)
Eu sou carioca da gema do ovo (de novo)
Eu sou carioca da gema do ovo
É bem carioca pendurar a conta lá pro fim do mês
E ainda por cima ser considerado como um bom frêgues
Que paga promessa, que bate tambor
Que sobe na Penha e no Redentor
Que toca tantã, tira onda e grita no Maracanã (gol!)
O bom carioca não muda de idéia nem barra ninguém
Tem boa saúde, muita paciência pra andar de trem
Namora na Quinta e morre de amor
Mas tem piedade se vê muita dor
Tem vista alegre e até bota fogo se a chama apagou

É maravilhoso, não me leve a mal
Meu Rio é festa, é cartão-postal
Povão carioca que nasce e renasce
Quando é carnaval
Carioca de Ipanema e do subúrbio da Central
Da canção de Tom Jobim à batucada do Marçal
Do feijão da Vicentina à feijoada do Amaral